fbpx

Blog Monteiro

Os desafios de morar sozinho pela primeira vez

Publicado em: 04/06/2019

Sair de casa é o desejo de muitos jovens. Morar sozinho traz diversas vantagens, como liberdade e autonomia, mas nem tudo são flores: com a liberdade, vem as responsabilidades e diversos desafios. Por isso, é importante ter jogo de cintura e maturidade para lidar.
As dificuldades para se adaptar à vida de morar sozinho podem gerar dores de cabeça, como a escolha do primeiro imóvel, desorganização e até endividamento. Esses problemas podem ser evitados, basta estar preparado, por isso preparamos este artigo com os desafios de morar sozinho pela primeira vez.

 

Tarefas domésticas

O primeiro desafio de morar sozinho é a realização das tarefas domésticas. Quando moramos com a família, frequentemente é preciso ajudar nas atividades, mas quando vamos morar sozinhos, isso passa a ser uma obrigação integral.
Mesmo tendo condições financeiras para contratar uma doméstica ou diarista, você vai precisar saber se virar, pois sempre é necessário fazer uma coisa ou outra dentro de casa.

 

Organização do ambiente

Manter o lar organizado é desafiador, mas traz vantagens como praticidade e a boa sensação de estar em um lugar amplo e aconchegante. Uma pesquisa realizada pelo site OZ concluiu que a organização pode ampliar os ambientes em até 30%.
É importante ficar atento à organização, guardando objetos em seus devidos lugares, arrumando as cortinas, não deixando louça acumulada. No dia de fazer faxina, você vai perceber como isso ajuda a economizar trabalho.

 

Economizar em tudo o que puder

Ter a liberdade para fazer o que quiser e a qualquer hora pode resultar em descontrole, quando não há foco. É tentador estar em casa, no sofá, e pedir lanche por aplicativo, ao invés de fazer um sanduíche simples na cozinha: “só desta vez”, e assim os gastos vão se acumulando. É aconselhável registrar todas as despesas. Assim, é possível ter um controle melhor do quanto se gasta e evitar o acúmulo de dívidas. Além do registro dos gastos, mudar os hábitos é essencial. Não deixe luzes ou eletrodomésticos ligados, aproveite a água da máquina de lavar e busque sempre economizar no que puder. O seu bolso e o meio ambiente agradecem.

 

Planejar a rotina sempre

Organizar a casa, planejar os gastos, fazer a própria comida e ainda conciliar com trabalho ou estudo: será que dá tempo? É mais fácil conseguir com planejamento. Tenha uma agenda pessoal, planeje sua semana e elabore as prioridades. Para não esquecer nada, os post-its são aliados da boa memória.

 

Ter inteligência emocional

Acima de tudo, morar sozinho exige a maturidade que só a inteligência emocional pode trazer. Antes de tomar essa decisão, reflita bastante e identifique os pontos que você precisa melhorar. Conhecendo os desafios de morar sozinho pela primeira vez, é muito mais fácil se preparar e encarar essa nova fase. O resultado é uma experiência incrível, que vai trazer responsabilidade e crescimento em todas as áreas da sua vida.

Gostou das dicas? Continue acompanhando o nosso conteúdo e redes sociais.